09/09/2007

Versos da minha horta

Abóbora
A ferrugem vai embora
Alface
Melhora a face
Alho
Não confundo com bugalho
Batata
Memória que desata
Beringela
Meu corpo sem mazela
Beterraba
Meu mundo não desaba
Bróculos
Vejo melhoras sem óculos
Cebola
Meu estômago não rebola
Cenoura
Minha vista melhora
Cogumelos
Há feios e belos
Couve
Coração que se ouve
Ervilhas
Tudo corre às mil maravilhas
Espargo
Fico mais magro
Pepino
Minha pele de menino
__________
Pedro Arunca
2007/09/09

3 comentários:

Paula Raposo disse...

Eh eh eh está excelente!! Já me abriste o apetite...beijinhos.

Lia Noronha disse...

Pedro: talento e bom humor...vc tem de sobra...adorei td!!!
Abraços diretamente do meu Cotidiano.

Barão Van Blogh disse...

Venho agradecer a visita e, deixo estas três linhas do novo poema , que dedico a todas as mulheres , e o nós homens que as amamos .

"Em fragrância na água cristalina
Gotículas salpicam-na maravilhadas
O sensual corpo de mulher menina"

Continuação de boa semana .