15/01/2007

Beijo acidental

Acidental
beijo de ritual

Lábios de mel

Adolescência
queda inocência

Memória cruel

Água na boca
corrente louca

Gira carrossel

Somam os dias
raras alegrias

Sabor a fel

Com a idade
muda a vontade

Outro papel

Novos caminhos
despertam carinhos

Arrepios na pele

Flores e afectos
encontros certos
_______________
Pedro Arunca
2007/01/15

1 comentário:

Margarida disse...

Estou que nem posso.Com que então temos poeta.

E ainda dizem que as mulheres são uma caixinha de surpresas...pois, pois...