11/11/2009

O grilo

Canta o grilo, de casaca,
noite e dia, sem ressaca
gri, gri, gri,
gri, gri, gri
tem bom ouvido
fica quieto e mudo
se escuta algum ruído
gri, gri, gri
Canta com mesma garra
que a famosa cigarra
gri, gri, gri,
gri, gri, gri
vestido sempre a rigor
sem cerimónia de gala
como merece um bom cantor

2 comentários:

Paula Raposo disse...

Gosto muito da música que imprimes às palavras...beijinhos.

Maria, Simplesmente disse...

É de tal maneira um bom profissional, que além de estar sempre vestido a rigor, pelo prazer de cantar é capaz de não se calar durante horas e horas!
Pedro bom fim de semana
Maria