11/11/2007

S. Martinho

Dia de S. Martinho,
manda a tradição,
prova-se o vinho
abre-se o garrafão.
Castanhas assadas
- depende do gosto -
cozidas ou piladas.
As uvas no mosto.
Água-pé e jeropiga
animam o magusto.
O povo sempre liga
a vida a um custo
e sabe que merece
suas compensações.
Num copo esquece
Momentos e desilusões
____________
Pedro Arunca
2007/11/11

4 comentários:

Paula Raposo disse...

Pois é isso. Eu cá gosto de castanhas assadas.

M. disse...

Tendo dado uma vista de olhos aqui ao teu espólio,agradeço o caminho que abriste até aqui e a partilha da tua poesia de marinheiro que tem como musa a magia do mar ;)

*

Sol da meia noite disse...

Pedro
Se eu soubesse qual o copo onde se esquecem momentos e desilusões...

Muitos beijinhos

avelaneiraflorida disse...

Caro Pedro,

Uma poesia muito pròxima da realidade! Demasiado próxima, talvez...
MAS REAL!!!!!

UM RESTO DE BOA NOITE!
BJKS