27/06/2010

Gravitar

Misteriosa sedução
Silenciosa e sagaz fera que não fere
Invisível e envolvente teia me enleia
Estranha musica se entranha
Suspenso em divino canto
Gravito e levito
Circundantes chispas de fogo colorido
Etérea e poderosa força
Rompe fronteiras além de mim
Desconhecidos confins
Brisa de luz incandescente
Sonho ou Universo do avesso?
Abandono a questão
Rendido

8 comentários:

eudes disse...

Que lindo Pedro!!Adorei seu poema!!!! Parabens..bjss em tue coração.

Maria, Simplesmente disse...

"Silenciosa e sagaz fera que não fere
Invisível e envolvente teia me enleia"


É assim a "invisivel sedução" uma teia que nos enleia...!
Gosto disto!

Momentos disse...

Belo!!

Socorro Carvalho disse...

Gravitando no espaço da net...
Te encontrei vagando me meio as minhas ilusões...
E resolvi ser sua seguidora e colocar seu lindo blog em minha página. Ah, tbm tenho um blog, passa lá...
www.minhasinspiracoes.blogspot.com
Um abraço

Um brasileiro disse...

Oi. Estive por aqui a dar uma olhadela. muito legal. gostei. apareça por la. abraços.

Prof. Marco Aurélio Buzetto disse...

Parabéns pelo blog. É muito legal.

Dê uma olhadinha nos meus se puder:

http://marcoaureliobuzetto.blogpsot.com
http://eusourebecavon.blogspot.com
http://sejaoleitor.blogspot.com

Sou escritor, e divulgo meus trabalhos em forma de blog.

Entre para a comunidade no Orkut também: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=113747280

marcobuzetto@hotmail.com

Abraço.
Mais uma vez, parabéns. É bem interessante o blog.

Feelings disse...

Lindo:D

jose carlos disse...

Zé, "Gravitar" convenceu-me, mas mais do que "ele", convenceram-me os comentários. Achei poderoso.